sexta-feira, 17 de março de 2017

A HISTORIA SECRETA - DONNA TARTT

A escritora estadunidense Donn Tartt é a autora dos livros O PINTASSILGO e O AMIGO DE INFÂNCIA que eu li e gostei muito. A HISTORIA SECRETA, é o primeiro romance dela e é tão bom quanto os que vieram em seguida! Ela escreve com personagens adolescentes ou jovens universitários de inicio de carreira escolar. A trama de A HISTORIA SECRETA, se passa numa faculdade fictícia na região de Vermont, EUA. Com seis jovens que estudam a língua grega
com um professor erudito. Eles resolvem encenar o que os antigos faziam para celebrar Dionísio e algo acontece que vai mudar tudo na vida deles. Gostei muito!
COMPANHIA DAS LETRAS,SP 1995
Tradução de Celso Nogueira.

quinta-feira, 9 de março de 2017

JOHN UPDIKE - TERRORISTA

Eu li em Buzios, no período do último carnaval 2017. Esse era um autor que está na lista dos autores para ler. Norte-Americano com o final do romance previsível .
Editora Companhia das Letras, 2007.

O ÔNUS DA PROVA - SCOTT TUROW

O Onus da Prova
Eu li esse livro quando estive em Búzios, RJ, durante o Carnaval. Fazia algum tempo que esse autor esta na minha lista de autores a ler. A historia conta mais uma aventura do personagem/advogado do livro anterior do Turow, "Acima de qualquer suspeita" que virou filme com o Harrison Ford no papel principal. Tudo se passa em família, com a morte/suicídio da sua mulher com quem viveu 32 anos, o advogado começa a historia desvendando paranoias familiares. Todos os personagens são ligados entre si ou por grau de parentesco ou por laços de trabalho. Gostei bastante.
EDITORA RECORD, 1990.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

JONATHAN LETHEM - FORTALEZA DA SOLIDÃO


Terminei de ler hoje o segundo livro desse autor norte-americano.  Gostei muito .
Dois meninos, dois pais, duas mães desaparecidas.  Os dois meninos, um negro e outro branco e as ruas do Brooklin um bairro que era "eminentemente de negros e latinos"; e aos poucos começa a ser ocupado por pessoas brancas que tinham engrossado as marchas pelos direitos civis nos anos 60, do século XX. Um pai artista plástico, recluso, judeu  e o outro pai, um cantor de blues, negro e viciado em drogas. Com a ausência das mães os dois garotos vão crescendo pelas ruas e vivendo diferentes tipos de situações.

COMPANHIA DAS LETRAS , 2007
Traduzido por Sonia Moreira
Capa João Baptista da Costa Aguiar

sábado, 4 de fevereiro de 2017

A GUERRA NÃO TEM ROSTO DE MULHER - SVETLANA ALEKSIÉVITCH

Comecei a ler e parei. O primeiro livro ruim do ano!
Fico em dúvida se a tradução é que mal feita, capenga, ou se de fato a 
autora é uma tola.
COMPANHIA DAS LETRAS. SP 2016

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

QUANDO NIETZSCHE CHOROU - IRVIN D.YALOM




                                                           Faz muito tempo que esse autor estava na minha lista dos autores a ser lido por mim; mas eu estava sempre adiando e colocando outros em sua frente. Até um dia eu vi A CURA DE SCHOPENHAUER, num sebo de rua no bairro do Leblon, RJ e não resisti, comprei e li avidamente. E como sou do tipo que quando gosta de um autor vai comendo todos os livros dele, assim que terminei de ler o livro citado, já tinha QUANDO NIETZSCHE CHOROU, ali ao meu alcance!
É delicioso como o Yalom tece uma historia ficcional entre dois grandes personagens do final do seculo XIX que nunca se encontraram,  Josef Breuer, que foi um médico e fisiologista austríaco, cujas obras lançaram as bases da psicanalise e o filósofo Friedrich Nietzsche. Ele insere nessa trama a russa Lou  Salome, ( uma pensadora livre que teve várias ligações com poetas, escritores, filósofos e cientistas; Reiner Maria Rilke, Nietzsche, Paul Ree , Sigmund Freund entre outros) e a Bertha Pappenheim, uma paciente real do Dr. Breuer que sofria de depressão e hipocondria. 
Além dessas duas mulheres ele também coloca o Freund, que foi um protegido do Dr. Breuer e que herdou a Bertha como paciente, depois que Mathilde a mulher do médico implicou com a relação entre seu marido, o dr. Breuer e essa paciente. Salome pede ao dr. Breuer que trate o Nietzsche que está muito doente, este com a ajuda de Freund bola um esquema pro Nietzsche falar de si e assim eles conseguirem trata-lo, porém o jogo vira e quem acaba paciente do Nietzsche é o dr, Breuer! Genial como Yalom constrói tudo isso....
Meu próximo livro dele será aquele que tem o SPINOZA como personagem principal!

Agir/EDIOURO, SP
Tradução : Ivo Korytowski
Capa: SCINTILLA LIMA, sobre projeto original de Miriam Lerner

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

A CURA DE SCHOPENHAUER - IRVIN D.YALOM

                                                         
                                                     
Acabei de ler. Me surpreendeu. Tempos que eu tentava ler esse autor e não tinha oportunidade pois não queria pagar o preço que as livrarias cobram por um livro novo. Até que andando na rua Ataulfo de Paiva , no Leblon, RJ, dei de cara com ele no mesmo lugar que encontrei "O amigo de Infancia" da Dana Tartt tempos atrás.
 A Cura de Schopenhauer

Peguei-o e já comecei ali mesmo a ler as suas orelhas!
Devorei em três dias!
Um psicanalista tem um diagnostico que terá pouco tempo de vida. Resolve então buscar antigos pacientes que ele não conseguiu tratar para saber porque falhou no tratamento. Consegue encontrar um deles, que foi seu paciente (25 anos antes desse momento da historia) um viciado em sexo e o traz para seu grupo atual e,
Ai começa uma verdadeira peregrinação nos escritos do filosofo Schopenhauer e outros filósofos mudando o rumo da terapia do grupo.
Gostei dessa "sacada" do Yalom de escrever sobre os filósofos mesclando  com a psicanálise. Os próximos que vou ler serão "Quando Nietzsche chorou" e o "O enigma de Spinoza".
Editora Ediouro.